06.03.15

Trip Tips: Sintra e Queluz

Esse post é uma continuação daquele com as dicas de Lisboa. Vou falar um pouco sobre o nosso roteiro no segundo dia em Portugal e também mostrar algumas fotos (a maioria eu já coloquei no meu IG @mariliadiccini)

Bom, o Emídio, um dos taxistas que pegamos no sábado, perguntou se íamos para Sintra e se ofereceu para levar a gente até lá. A princípio, a ideia era fazer essa mini viagem de trem (são 40 km de Lisboa para Sintra), mas ficamos com medo de nos atrapalharmos e perdermos o voo de volta para Londres, por isso achamos melhor (e menos arriscado rs) fechar com ele (vou deixar o contato dele no final do post). Ele nos buscou cedinho no hotel e depois, no final do dia, já deixou a gente direto no aeroporto. Ou seja, deu super certo! Já saímos de manhã com as nossas bagagens e deixamos tudo no carro durante os passeios.

Começamos o nosso dia por Queluz, uma cidade que fica entre Lisboa e Sintra. Foi sugestão do Emídio passarmos por lá pois, como foi onde nasceu e morreu Dom Pedro I, tem muita informação sobre história do Brasil. O Palácio Nacional de Queluz foi construído no século XVIII e servia como recanto de verão da família real portuguesa. A construção é naquele estilo bem rococó (acho lindo) e os jardins lembram um pouco o de Versalhes, só que em tamanho beeem menor. Fiquei apaixonada por esse palácio! Algumas fotos:

Blog_002 Blog_004 Blog_005 Blog_006 Blog_007 Blog_009 Blog_010 Blog_011 Blog_012

Saindo de Queluz, seguimos para Sintra. Chegando lá, paramos no centrinho da cidade para comer os famosos travesseiros, um docinho com recheio de ovo super famoso e tradicional de Sintra (uma delícia!). Nós comemos na Piriquita, uma casa bem conhecida que fica numa das ruelas principais da cidade.

Blog_013 Blog_014

 

Depois dessa paradinha rápida, fomos para o Palácio da Pena. O Palácio da Pena também é muito bonito e bem extravagante. Ele é uma miscelânia de estilos (neogótico, neo islâmico, indiano, etc) por isso acaba sendo super peculiar. Além disso, como ele foi construído no topo de uma serra, a vista de lá é incrível! Uma dica: vale a pena checar a previsão do tempo antes de ir para lá, porque uma amiga me contou que foi em um dia meio nublado e não conseguiu ver quase nada de lá de cima.

Blog_021 Blog_024 Blog_020 Blog_019 Blog_018 Blog_016 Blog_015

Na volta para Lisboa, passamos por Cascais, que é uma cidade de praia super bonita, e paramos no Cabo da Roca para tirar algumas fotos. O Cabo da Roca é o ponto mais ocidental da Europa. O lugar é incrível, mas o vento é surreal! Fiquei morrendo de dor de cabeça de ter ficado cinco minutos olhando o mar:

Blog_022

Depois disso, fomos direto para o Aeroporto e voltamos para Londres.

Ah, vou deixar aqui o contato do Emídio, o taxista super gente boa que foi nosso guia: +351 925 979 795. Ele faz vários outros roteiros por Portugal (Óbidos, Porto, Fátima, etc). Sobre valores, pagamos 110 Euros nesse trajeto Lisboa – Queluz – Sintra – Cascais. Se a gente tivesse optado por fazer só Sintra de trem, acho que teríamos gastado 70 Euros entre passagens de trem e táxi para o aeroporto, então achei que valeu super a pena.