22.01.15

Maratona Oscar: A Teoria de Tudo

Desde que voltamos do Brasil, está rolando uma Maratona Oscar aqui em casa, principalmente durante os finais de semana. Estou aproveitando que essa época do ano dá uma certa preguicite de ficar muito tempo na rua por causa do frio e me jogando nos lançamentos de filmes.

Nos últimos finais de semana, vimos quatro desses que estão concorrendo à vários Oscars: The Birdman, American Sniper, The Theory of Everything e Boyhood. Eu gostei de quase todos (não gostei de Birdman), mas vou falar primeiro do meu favorito: The Theory of Everything ou “A Teoria de Tudo”. Olha, eu sou super chorona, mas nesse filme eu me superei. Comecei nos dez primeiros minutos e não parei até o final. Aqui está o trailer dele:

A sinopse: “Baseado na biografia de Stephen Hawking, o filme mostra como o jovem astrofísico (Eddie Redmayne) fez descobertas importantes sobre o tempo, além de retratar o seu romance com a aluna de Cambridge Jane Wide (Felicity Jones) e a descoberta de uma doença motora degenerativa quando tinha apenas 21 anos”

Quando eu vi o trailer pela primeira vez, já tive certeza que seria um filme que eu iria gostar bastante, bem dramático. A atuação do Eddie Redmayne e da Felicity Jones está incrivelmente incrível e a história é contada de uma forma tão delicada e comovente… Achei maravilhoso! Sem falar que é aquele tipo de filme bem fácil e gostoso de assistir. Tô torcendo muito pro Eddie Redmayne levar o Oscar de melhor ator porque ele está simplesmente impecável.

PS.: Eu gosto de dar uma fuçada no Rotten Tomatoes sempre que vejo algum filme que eu gosto bastante. É um site que reúne críticas de profissionais e do público em geral. Vi que esse filme não é unanimidade por lá e recebeu algumas (poucas) avaliações ruins. Gostaria de dizer que esses que acharam ruim não sabem de nada! rs Brincadeira, só queria comentar que acho legal dar uma lida no review de outras pessoas depois de ver algum filme para avaliá-lo sob outras perspectivas. Eu até entendo o motivo de alguns não terem amado, mas ele continua sendo o meu preferido entre os quatro que citei lá no começo.

28.11.14

Dica de Filme: Mesmo Se Nada Der Certo

No final de semana passado, assisti um filme tão fofo que não tinha como não indicar aqui no blog. O filme é do mesmo produtor de “Once” (um dos filmes que eu mais gosto) e com o Mark Rufallo, que eu amo de paixão. A trilha sonora é viciante! É um tipo de filme musical que eu gosto bastante porque não é daqueles que as pessoas falam tudo cantando (não suporto filme assim rs #sinceridades), mas a música é o tema central da história.

A sinopse do filme é a seguinte: “Uma cantora (Keira Knightley) se muda para Nova Iorque, mas logo após chegar no local, seu namorado americano decide terminar o relacionamento. Em plena crise, ela começa a cantar em bares, até ser descoberta por um produtor de discos (Mark Ruffalo), certo de que ela pode se tornar uma estrela”

O trailer é esse aqui:

E a música fofa que tenho escutado a semana inteira é essa. Tem a versão da Keira Knightley e a do Adam Levine:

PS.: A Keira Knightley canta super bem, não? Me surpreendeu!