07.04.15

Desejos do Mês de Abril

Mês novo começando e, com ele, nova listinha de desejos!

wishlist abril

01.04.15

Pra refletir: Moda – Why so boring?

Semana passada me deparei com um texto incrível no Small Fashion Diary, um dos meus blogs nacionais preferidos atualmente. Ia deixar apenas o link dele no perfil do DM no facebook, mas me identifiquei tanto com alguns trechos que preferi reproduzi-los por aqui.

“É bem verdade que há tempos vinha sofrendo de um certo desgosto pela moda e ao tentar compreender o porquê dessa insatisfação, me deparei com uma verdade muito pessoal: eu não estava olhando para a MODA, eu estava olhando para blogs de consumo. Porque não é da moda que eu estou cansada, é do universo de quem  consome/reproduz receitas mastigadas. (daí eu ter pensado em acabar com o meu, por que talvez ele não tivesse relevância/informação de estilo suficientemente interessante).

Vou explicar: sigo vários blogs, muitos perfis no instagram e exceto 2 ou 3 pessoas que trazem algum conteúdo diferente, o que eu vejo em todos os outros é mais do mesmo. Não são meninas que exploram suas capacidades criativas, trazendo para a realidade um look de passarela (sem pagar pelo look de passarela, óbvio kkkkk), ou mostrando como criar um visual mais interessante pro trabalho, ou ainda valorizando suas curvas e contradizendo as regrinhas do manequim 36. São meninas que transformaram seus perfis em vitrines de loja, em cabides de marcas, em reproduções de lookbook. E é super legítimo anunciar marcas, ganhar dinheiro com isso porque afinal é o trabalho das blogueiras, mas precisa ser tudo tão parecido? A moda não oferece visões diferentes o suficiente? Oferece! Mas essas visões estão pulsando fora do circuito e muitas vezes a gente não enxerga/não curte/não consome/não procura/não vê (até porquê, ninguém é obrigado…kkkk).

Não sei vocês, mas eu fico angustiada de visitar dezenas de perfis e não ver nada que me traga um olhar diferente sobre a moda, sobre usabilidade, sobre irreverência, sobre sair do lugar comum. Não foi a moda que ficou cansativa e repetitiva, foram as lojas, as marcas, as pessoas que estão sempre reproduzindo as mesmas imagens, se tornaram cada vez mais iguais. Um sem fim de obviedades que nunca me surpreendem e sobre as quais eu sempre bocejo: “putz, de novo isso?” Por que, gente, dá pra usar as mesmas tendências de todo mundo e ainda assim ficar diferente. É só pensar fora da caixinha-capa-de-revista-capricho e fazer o exercício de sair do lugar comum. “Ah, Carol! Deixa de ser chata! Ninguém é obrigada a sair do lugar comum se não quiser!”Verdade. Mas também é verdade que é preciso saber diferenciar o que é gostar de moda, do que é gostar de roupa. E quem só gosta de roupa tende a consumir e reproduzir fórmulas mais fáceis, sem se dar o prazer do erro.

inspiracao osklen copy

Incomodar no sentido de sair da nossa zona de COMODISMO, ok? Não no sentido de agredir. ;)

Com isto eu não quero dizer que todo mundo tem que sair por aí vestida de inseto. Apenas que, como ~formadoras de opinião fashion~, eu entendo que deveria ser essa a premissa de qualquer blog cujo assunto seja moda: trazer uma forma diferente de usar as mesmas coisas, seja qual for o propósito/ocasião. Porque vestir um conjunto de vitrine não é exatamente uma visão inovadora, é uma fórmula enfadonha que faz a gente ter a certeza de que a moda estagnou e que o mundo só nos apresenta as mesmas coisas, o que não é verdade.”

O texto completinho da Carolina Burgo pode ser lido AQUI.

31.03.15

1 peça, 4 looks: Saia de Camurça

Vou começar este post com um ctrl+c ctrl+v super cara de pau de um post do blog Um Ano Sem Zara:

“Eu sou daquele tipo de pessoa que, quando se apaixona por uma música, ouve a bendita até saber e letra inteira de cor. Desde criança eu faço isso. Até hoje eu sei a trilha sonora da Bela e a Fera do começo ao fim (incluindo o prólogo).

A verdade é que adoro repetir as coisas que me cativam. Ir no mesmo restaurante e pedir aquele prato de sempre, ir no mesmo ponto da praia e dar alô pro mesmo vendedor de coco, zapear a TV e parar naquele filme que já ví 15 vezes, mas que nunca fica velho. Adoro essa sensação gostosa e reconfortante do familiar, do certeiro, de que aquilo que já foi visto, experimentado e gostado, faz parte da construção do que você é.

Daí eu fico pensando: se repetir é tão gostoso, porque a gente cresce achando que repetir roupa é pecado capital da moda?”

Pois é, repetir é bom demais! Dá aquela sensação de dinheiro bem gasto, né? Porque não tem nada pior do que abrir o guarda-roupas e ver um monte de coisa parada e sem uso. Pensando nisso e aproveitando a onda da camurça camelo, tendência que tá super forte para a primavera desse ano, aqui vão quatro looks bem diferentes uns dos outros usando a mesma saia. Tem listras com onça, camurça com camurça, camelo com cinza, etc. Espero que gostem!

1 peça 4 looks saia suede

Zoom Look 1:

DSC_1186DSC_1176DSC_1220Saia e Blusa: Mango –  Bolsa: DVF – Sapatos: Luiza Barcelos – Brincos: Maria Biju

Zoom Look 2:

Look Suede Skirt 05Look Suede Skirt 02Look Suede Skirt 03Saia: Mango –  Casaco: Anthropologie – Sapatos: Esdra

Zoom Look 3:

DSC_1192DSC_1212Saia: Mango – Tricô: Costume – Sapatos: Luiza Barcelos – Bolsa: Comprada no Bom Retiro

Zoom Look 4:

DSC_1294DSC_1311 DSC_1318 Saia: Mango – Blusa e Colar: Picida – Sapatos: Esdra – Bolsa: Chloé